Arquivo do mês: março 2010

this is the day

Comecando hoje. Dia de empacotar, levar o que vale a pena e deixar o que nao presta para tras. Treinando mais uma vez meu desapego aos lugares, as pessoas. O que aqui deixo nao vai valer menos do que vou viver em minha nova fase. A saudade amacia o coracao, aprendi a amar demais uma geminiana que aqui vive e sempre amei demais a ariana, como uma irma. Acho que ela nem imagina como. Chega o dia em que vidas tomam caminhos diferentes. Nao sentirei saudades da minha janela panoramica que me apavora – tenho horrores de altura, tampouco da pilha de louca e o terrivel cheiro de cigarro. Mas o colo da melhor amiga, as risadas e a amizade com uma pessoa que nunca imaginei me dar bem, oras, isso e minha lembranca mais valiosa deste lugar.

Sentirei saudades dos vizinhos. Da risada do Gui, do carinho do Dan. Do nosso porteiro pathan mal encarado que nos fazia favores quando menos imaginamos. Do meu elevador cheio de hieroglifos, das experiencias quase colegiais de meninas crescidas fumando no corredor do predio sem autorizacao.

Volto para Al Barsha. Nao me adaptei a Sheikh Zayed. Sempre fui nerd, nunca gostei do barulho da noite e de suas criaturas. Preciso de um porto-seguro que me ajude a criar disciplina – o que parece uma tarefa impossivel para uma geminiana com ascendente em aquario. MBA, deixar meu arabe fluente, estudar para voltar pra casa.

Perdoem-me, meninas. Obrigada por tudo.

http://www.youtube.com/v/phWv7l8Lm_A&hl=en_US&fs=1&

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized

meu cu

Sem paciencia pra gente burra me chamando de preconceituosa porque usei um termo regional para me referir a Stefhany. Bandinho de gente falsamente politicamente correta que diz que sou preconceituosa por usar o termo “baianice” mas, no mesmo comentario, me chama de paulista jeca. Nao que isso me ofenda, mas to sem paciencia para filtrar tanto comentario imbecil.

Desculpem-me se ofendi alguem. Realmente nao foi minha intencao, se digitei essa palavra e porque aqui tenho a liberdade em dizer o que eu penso. Nao mais a digitarei.

Nao tenho nada contra o Nordeste. Alias, so nao tenho nada contra como adoro. Infelizmente nunca pisei em nada mais ao norte do nosso pais do que Rio de Janeiro. Uma pena. Logo, nao adianta dizer que sou uma caipira que invade essa regiao. Invasao e coisa de sem-terra, se viajar a turismo com certeza levarei meu rico dinheirinho a industria turistica de sua cidade.

No mais, pelamor, parem de me bajular no Facebook e na minha caixa de e-mails porque querem dicas sobre namorado paquistanes. Porque quando precisam de dicas sobre visto, viagens e demais procedimentos, sou a melhor amiga de todo mundo, sou suuuper legal. Mas basta usar um termo paulistanissimo e pronto, sou um monstro preconceituoso.

Ja expliquei.

Se, mesmo assim, ainda me acha uma vaca, para de vir aqui, carai. Va plantar uma arvore, ordenhar uma vaca, jogar Farmville, va ler uma cartilha politicamente correta e militar dizendo que a revista “Veja” ofende aos dificientes visuais.

Ate porque tenho uma grande amiga que vive utilizando o termo “paulista” como algo pejorativo e estou longe de me sentir ofendida. Sou inteligente o suficiente para lidar com o humor politicamente incorreto brasileiro. E, tambem, para entender que certos regionalismos nao significam que alguem e escroto. Ate porque a maioria dos gauchos e mineiros que conheco levam seus esteriotipos na boa. Se voce se doeu, me desculpe.

Se vai parar de ler meu blog, bem, cada um com seus pobrema ne amiguinho? Vou dormir na saboneteira. Ate porque tenho novidades muito legais pintando na minha vida e nao vou me calar porque a patrulha politicamente correta chegou.

beijos da turca

14 Comentários

Arquivado em Uncategorized

entrevista com Sr. Trololo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

TPM feelings #3

Voltei do Mall. O filme do Sharukhao Garbosao nao mais estava em cartaz. Damm it. Nao encontrei um quadro do Sheikh Mo. Mas comi chocolate. E pizza. E fui pra academia, entao, foda-se.

No fast-food que vendia a pizza a mao de obra pouco qualificada e barata colocou catchup no meu pedaco. Realmente, ela nao tinha amor a vida. Contei ate dez, fui para minha mesa e limpei com o guardanapo. Senao a pipipi tomaria um hadouken gostoso.

Nisso um gordinho baixinho pergunta se pode se sentar ao meu lado. Tipos… O shopping estava VAZIO. Porra. Disse que sim. Desde que nao tentasse puxar papo comigo. Ja gonguei ali. Obviamente ele nem se sentou. Afinal, sou uma pessoa desagradavel e hormonalmente desequilibrada.

Que comprou um sapato lindo muito alem do orcamento permitido. Foda-se.

1 comentário

Arquivado em TPM

TPM feelings # 2

Deixe um comentário

Arquivado em TPM

My Name is Khan

http://www.youtube.com/v/_uNDm6YfN2k&hl=en_US&fs=1&

Sharukhao Garbosao pagando de mocorongo + Kajol, linda como sempre… Imperdivel. Vou la, depois conto tudo.

3 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Yasmin Feelings

Ando deprimida, mal humorada e com odinho do mundo. Fico feliz em saber que nao tenho motivo para tanto. Mas fico triste porque sei que isso e efeito da pilula, a maldita Yasmin, que, alem de engordar e me dar espinha, me escraviza emocionalmente em mudancas de humor bem bruscas. Como se nao me bastasse esse pardieiro hormonal em meu corpo, meus melhores amigos estao caindo ao meu lado em relacionamentos que nao dao certo e outros tipos de drama. E a gastroenterite. Sim, a culpa sempre e dos energeticos. Nessas horas da vontade de nunca mais engolir uma pilula, ligar as trompas e fazer a Angelina. Ate porque tenho medo de ter filho feio. Prefiro adotar um bonitinho no Cambodja ou uma paquistinha la no norte de Peshawar. Tanta crianca precisando de lar e eu aqui sempre fertil… Porra, Deus! Mas em tempos de TPM apocaliptica (porque a tensao que a Yasmin me da nao e bolinho), tenho my very own ways para lidar com isso:

1. Chocolate. E que se foda.
2. Compras. Salario caiu na conta, vou rica pro Mall e foda-se tudo.
3. Shahrukh Khan. Quando o hormonio aperta, acho ate esse baianao bollywoodiano bonito. Vou assistir My Name is Khan SOZINHA, vou chorar SOZINHA, vou me entupir de M&M SOZINHA. Foda-se.
4. Comprar um quadro com o rosto do Sheikh Mohammed para colocar na minha sala. Sheikh Mo e alegria, e Dubai, e curticao e toda a galera vai pirar. Acha baiano? Foda-se.
5. Cupcakes. Nunca os fiz, mas hoje os farei. Nao para engordar ainda mais o meu rabico, mas porque e aniversario de uma penca de arianos. Sim, sei, todos estao longe. Mas, foda-se.

3 Comentários

Arquivado em mimimi, TPM