Arquivo do mês: agosto 2010

visto B2 pro Brasil

Escutem essa porque tive estertores subcrepitantes de milhaaaares de decibéis quando ouvi essa pérola da australiana:

– Ana, você é de onde? – perguntou nossa loirinha.
– Brazil, babes.
– Nossa! Meu sonho fazer um vôo pra São Paulo. Mas não tenho o visto americano.
– Hm? – indaguei enquanto engolia uma tâmara de Ramadão.
– Porque eu preciso de visto americano pro Brasil.
– Aaaaahn? – incrédula, estava incrédula.
– O Brasil não fica na América?
– Do sul, babes – intrometeu-se a chefe de Cingapura, mais bege que meu uniforme.
– Então… Para visitar a América, preciso do visto pra América.
– Noooooooooooooooo!!!! – respondeu a chefinha.
Calada estava, calada continuei. Nessas horas é bom que eu cale a minha boca… Porque hadouken no trabalho quem curte? Eu curto, mas gosto do meu salário, então, calemos a boca.
Amém. Calada estava, calada continuei, devorando minha caixinha de Iftar e pensando em pôneis coloridos e nas compras fabulosas que faria na farmácia mais barata de Paris que a Mariana Luxo Scalzo me indicou.

13 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Wordle

Bonitinho. Fiz no www.wordle.net – acho que tem que clicar na imagem pra ampliar? Não sei, só sou bonita.

Wordle: Ah! Libanesa!

Celso, você apareceu. Tá bem nas pontinhas desse croquete de palavras.

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

mictório japonês

Mictório japonês para crianças. Em forma de palhaço. Que toca música enquanto o moleque xixa. E alguém tá filmando.

Oras, que coisa tão normal. :/ NOT!

http://www.youtube.com/v/TR24M6wuF-c&color1=0xb1b1b1&color2=0xd0d0d0&hl=en_US&feature=player_embedded&fs=1

9 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Gordinho Jeitoso

O que seria de mim sem o Celso Dossi? Hahahahahaha, só esse fofoleto para me fazer parar de rir do turco gordo do Lojão do Gordo (várias mudelo). Comece a assistir as aulas de dança (?) do nosso amiguinho adiposo aos 1m25s.

Não sei se gosto mais das coxinhas gordas (bota um short, senão assa), da cuequinha, da leveza da cambalhota tal como uma jaca que cai, do esporro na cachorra, da língua presinha, da cachorrinha que rouba o momento dele…

http://www.youtube.com/v/eGhnuHx2NNc&color1=0xb1b1b1&color2=0xd0d0d0&hl=en_US&feature=player_embedded&fs=1

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Yahoo Fotos: comofas????

Alguém sabe como faço para recuperar fotos que estavam antigamente hospedadas no Yahoo Fotos? Que nervoso, não consigo acessar!

Consegui recuperar umas fotos que estavam em e-mails antigos. Inclusive a pasta inteira com todos os e-mails que trocava com o paquistanês, eeeita nostalgia! Gozado, lendo e-mails antigos me sinto tão babaca… Vejo como dava importância para coisas tão pequenas. E como ele foi babaca em fumar no vôo da Lufthansa quando voltada do Brasil. Lembro que ri do assunto. Mas hoje daria uma chinelada no mancebo.
É a primeira vez, desde o término, que mexo nesse vespeiro. Tinha medo. Achei que iria doer demais, afinal, ele foi o grande amor da minha vida e foram bons quatro anos. Mas não. Só consigo me lembrar de coisas boas. Fechei tudo isso com um sorrisinho no rosto e feliz porque amei. Sem ressentimentos, sem odinhos.
O que me entristece é saber que os pais dele não mais estão vivos. Isso realmente dói. Amei a família dele como se fosse minha e…
Bem, me desculpem pela tergiversação… estava perguntando, mesmo: como recuperar fotos antigas no Yahoo Fotos?
(ah, meninas amigas, acho que não sou a única com caixinha de recordações, não?)

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

"é que no Líbano não existe mulher bonita…"

Hoje passei um nervoso no Long’s Bar: conversava com um brasileiro que dizia detestar libanês. Atê aí não me surpreendi, afinal, muitos libaneses que vivem aqui em Dubai são realmente o cu da cobra. E não podemos ter altas expectativas com pessoas. É difícil sair do senso comum, enxergar além, vencer preconceitos, não generalizar. Logo, não esperava que conversaria com a pessoa mais douta do mundo ali, naquela mesa de bar. Mas quando o cara sabe que você tem ascendência libanesa e continua a disparar comentários como “cabelo de libanesa é tão ruim que é grosso como um canudinho” ou “quando a libanesa tira calça, é uma gelatina” ou “não tem mulher bonita no Líbano”… É porque: 1. O cara está mal intencionado; 2. O cara tem alguma deficiência; 3. As duas coisas.

Entendo da seguinte forma: como ele sabia que na minha mistura tinha italiano, achou me me isentaria da metralhada de ofensas. Não cogitou em momento algum que eu poderia ter tias 100% libanesas ou primas ou amigas, ou que minha mãe poderia ser libanesa libanesa. Bem, minhas amigas Shadya e Nadya são 100% libanesas (nascidas no Brasil, mas de origem 100% libanesa) e são lindas demais.

No Líbano não tem mulher bonita? Meu querido: visite o Líbano. Expanda seu networking: existem pessoas fantásticas da terrinha. Lindas não só fisicamente, mas com um “conjunto da obra” perfeito. Visite os clubes libaneses e sírios em São Paulo, procure enxergar além do esteriótipo, veja além do lugar comum. Líbano não é só quibe, dança do ventre e libanês pobre pagando de gatinho na balada.
Entendo que você tenha uma certa frustração com os libaneses em Dubai. Até aí eu também tenho minhas ressalvas. Mas abrir a boca pra dizer que no Líbano a qualidade da mulherada é baixa, bem, aí o bicho pega mais embaixo comigo.
Sei que não é fácil. Exige treino, viagens, mente aberta e uma boa dose de inteligência. It’s a kind of magic. Mesmo assim: fica a dica. É por isso que tenho meus leitores maravilhosos que não se surpreendem porque eu amo o Paquistão… E é por isso que amo meus leitores maravilhosos que sempre me ensinam algo.
Aliás, a mocinha da foto, Haifa Wehbe, como podemos ver, é horrorosa… Assim como eu sou, vejam a minha foto na coluna da esquerda. Não sou tão feia porque tenho outras misturas. E, poxa, tem monstro pior do que a Dina Jamal, a dançarina abaixo?… NOT!

http://www.youtube.com/v/9K3tOXG7Gos?fs=1&hl=pt_BR

7 Comentários

Arquivado em Líbano, meu cu

Starbucks

Acho uma merda. Pronto, falei.

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized